Steak Diana

Esse prato, um dos clássicos da tradicional cozinha europeia, foi criado por um maître na Bélgica por volta de 1920. Provavelmente Diana era uma das clientes a quem dedicou esse molho. Até os anos 1970 aqui no Brasil muitos pratos eram finalizados em frente aos clientes, no salão – o que dava um charme especial aos restaurantes. Essa forma de servir praticamente caiu em desuso nos tempos modernos. Pena!

Modo de preparo

Com a parte lisa do batedor de carne, bata para afinar as fatias para espessura de 6 a 7 mm. Tempere a carne com sal e pimenta. Aqueça uma travessa de louça no forno para ficar bem quente.
 Aqueça em fogo alto, 1 colher de sopa de manteiga com o azeite em uma frigideira grande. Quando a frigideira estiver bem quente, toste a carne por 1 minuto de cada lado.
 Retire da frigideira e passe para a travessa, cobrindo com uma folha de alumínio para que não perca calor.
 Derreta 2 colheres de sopa de manteiga na mesma frigideira e doure a cebola por cerca de 2 minutos. Acrescente a mostarda, o molho inglês e o caldo de carne. Adicione o vinho, o suco de limão e a salsinha. Reduza por 1 minuto. 
Retire do fogo e misture a manteiga restante mexendo bem. Acerte o sal e a pimenta.
 Volte ao fogo, coloque a carne na frigideira para pegar gosto por meio minuto de cada lado. Serve 2 pessoas