Rabada à inglesa

Desnecessário dizer que a rabada é um dos meus pratos prediletos. Adoro a cozinha antiga, a cozinha do campo. Elas são, como dizem os americanos, “comidas de verdade, para pessoas de verdade”. Esse é um dos pratos mais populares do Reino Unido. Dizem os ingleses que deveria ser obrigatório nos cardápios dos aeroportos locais para que o turista, na entrada ou na saída, pudesse comer pelo menos um bom prato britânico. “Um” é exagero deles; o “bom prato”, obviamente, não.

Modo de preparo

Em uma panela grande, aqueça o azeite, junte o bacon e frite até que comece a derreter. Acrescente a cebola, o alho e frite até que fique transparente. Adicione a carne e doure de todos os lados. Acrescente o vinho e tempere com sal e a pimenta. Cubra e cozinhe em fogo lento por 2 horas, mexendo e adicionando um pouco de caldo de carne (sempre bem quente) para manter a umidade. Verifique o ponto de cozimento. Lembre-se de que a carne de rabo demora a cozinhar, em compensação depois de macia tem sabor inigualável. Junte o aipo e, quando faltar cerca de 10 minutos, o tomate. Acerte o tempero e polvilhe salsinha na hora de servir. Serve 4 pessoas