Cholent: feijoada sem porco

Muita gente, além dos semitas, não come carne de porco, mas nem por isso deve se privar de um dos mais gostosos pratos presentes em diversas culturas gastronômicas: a feijoada. O nome cholent vem do ídiche e é muito semelhante ao cholet, feijoada em húngaro. Os árabes, igualmente povos semitas, não comem porco segundo os preceitos do halal, que guarda muitas semelhanças ao kasher dos judeus no quesito alimentar. Seja por qual razão for, se um dia você quiser comer uma bela feijoada sem porco, prove essa receita.

Modo de preparo

Coloque os feijões em uma panela e cubra com água. Cozinhe por 1 minuto. Retire alguma coisa que subir à superfície, escorra e reserve. Aqueça o óleo em uma panela 100% metálica de 2 litros em fogo médio. Tempere a carne com sal e pimenta e doure os dois lados por cerca de 10 minutos. Retire da panela e coloque em um prato. Acrescente a cebola, o alho e a páprica na panela e refogue por cerca de 10 minutos ou até que a cebola fique macia. Junte os feijões, a carne, o osso com tutano, o tomate, a cevada, a batata, o ovo (com a casca) e a cenoura. Adicione a água, acerte o sal e a pimenta e espere ferver. Tampe a panela e leve ao forno preaquecido a 160ºC por cerca de 2 horas ou até que a carne fique macia. Para servir, retire a carne da panela. Corte em fatias e divida em 6 cumbucas individuais. Descasque os ovos, pique e faça o mesmo. Por cima, divida todo o conteúdo da panela. Enfeite com salsinha. Serve 6 a 8 pessoas