Bem-casado real

Flavia Millás, ouvinte fiel na Bandnews FM, faz bem-casado há 20 anos. Depois de trabalhar alguns anos com biscoitinhos, decidiu desvendar todos os mistérios dessa delícia. Para ela, festa de casamento sem bem-casado não existe! "A maior delícia é acordar no dia seguinte da festa, poder lembrar de tudo de bom que aconteceu saboreando esta gostosura. Para vocês; aqui vai minha maior joia!", palavra da Flávia.

Modo de preparo

Passe a gema pela peneira. Bata com o açúcar e 1 colher de sopa de baunilha até obter um creme claro e cheio de “bolhas”. Reserve. Bata a clara em neve. Reserve. Em outra vasilha, peneire a farinha, a fécula e o fermento. Junte a gema às farinhas e misture rápida e delicadamente. Misture ligeiramente sem incorporar tudo. Em seguida, adicione a clara em neve e misture delicadamente. A mistura não deve ficar totalmente homogênea, pois em se tratando de pão-de-ló, quanto mais mexido menos ele cresce. Unte ligeiramente as assadeiras, pois do contrário os bem-casados não vão crescer em altura, mas sim em largura. Com o auxílio de uma colher de sobremesa, distribua pequenas porções circulares de massa na assadeira, mantendo distância entre umas das outras, para que possam crescer sem grudar. Leve para assar em forno preaquecido. O bem-casado deve assar na parte inferior do forno e só depois corar na parte superior. Sabemos que o bem-casado está assado por sua coloração dourada. Nunca retire do forno se estiver muito branco, nem deixe passar do ponto. Depois de assado, faça os pares e deixe sobre um plástico próprio para alimentos devidamente polvilhado com farinha. Recheie generosamente, evitando o excesso de doce nas bordas. Depois que estiverem recheados, retire com um pincel toda a farinha que estiver grudada, preparando-os para passar na calda. Em uma vasilha, coloque o açúcar de confeiteiro e aos poucos a água fervente, até formar um mingau ralo. Perfume com baunilha. Prepare outra vasilha com “grelha”, para aparar a calda em excesso e bandejas forradas com plástico próprio para alimentos. Passe os doces pela calda, cuidando para não marcá-los, escorra um pouco do excesso e deixe secar por 12 horas aproximadamente. Se desejar congelar, faça depois de embrulhados.