Beef tea

O beef tea é um daqueles caldos que "levanta defunto". Super concentrado, ele fica delicioso como entrada em uma noite fria e pode até ajudar pessoas com anemia. Essa receita é também perfeita para fazer caldo e base para molhos. Se consumir como caldo, reduza o volume pela metade, como beef tea, reduza para um quarto. De resto é tudo igual. Fazer um bom caldo é fundamental para conseguir ótimas sopas, molhos, risotos e polentas. Um bom caldo é a base disso tudo.

Modo de preparo

Em uma panela grande, coloque 3 a 4 litros de água e junte todos os ingredientes (menos a costela, o músculo, a cenoura e a cebola). Quando ferver, abaixe o fogo. Em uma assadeira grande, coloque a costela, o músculo, a cenoura e a cebola. Asse em forno preaquecido a 200°C. Quando a cenoura e a cebola estiverem bem assadas, coloque na panela de água fervente. Retire as carnes quando estiverem bem assadas e coloque também na panela junto com os legumes.
 Lembre-se que não vai sal no caldo. Isso é muito importante, pois com a redução o sal se concentra.
Vá retirando a espuma que se forma na superfície com uma escumadeira.
 Quando reduzir para a metade do volume inicial, retire do fogo, coe e reserve. Quando esfriar, retire toda a gordura. 
Se for usar como caldo, está pronto. Acerte apenas o sal e na hora de servir, adicione 100 ml de vinho do Porto. 
Se for usar como beef tea, não se esqueça de reduzir ainda mais, para 1/4 do volume.
Se for servir de base para molhos e caldos ou base para risotos e polentas, congele recipientes de 1/2 litro e use conforme a necessidade.